Um dos meus pecados secretos (não mais secreto obviamente) é observar as gurus da maquiagem no youtube, mesmo eu achando bobagem looks com sombras em cores absurdas em degradês que deixam o visual até meio drag, não consigo resistir de vê-las; adoro especialmente os videos de comprinhas, que elas mostram suas novas aquisições do mundo da beleza, especialmente para ver se elas recomendam algum produto que eu pretendo comprar. Enfim, outubro vem chegando e lógicamente as gurus internacionais estão mostrando maquiagens para o halloween, que é uma data que sabemos que eles comemoram forte, alias esses dias eu vi no make up geek uma maquiagem inspirada na Malévola que achei o máximo de verdade, até a pele verde ela deixou; é tradição deles comemorar esse dia, DELES! Hoje me deparei com uma guru brasileira ensinando um tutorial de halloween; sério? No Brasil não existe isso, no máximo é uma desculpa para o pessoal beber, inventar uma festinha. Hoje em dia raras são as pessoas que se fantasiam para o carnaval, quem dirá para o halloween, justamente porque não é tradição nossa; a gente não adora bruxas e demônios, não batemos de porta em porta perguntando gostosuras e travessuras e obviamente não nos fantasiamos para isso, não basta isso a menina ainda fala com termos em inglês, a menina não te fez um request ela te fez um pedido! Ok que ela fale inglês na maior parte do tempo, mas em vídeo é foda esses americanismos.

Estou confusa sobre o dia do debate, uns dizem que é hoje outros que é amanhã e eu tô com preguiça de pesquisar. Esse negócio de votar é tenso, já me empreguiça só de pensar. Eu jurava que iria anular meu voto, mas depois que descobri que esse mito dos votos branco e nulo eram balelas , decidi escolher alguém para votar. Mas é difícil escolher o menos pior, por essas e outras que eu tenho que ver o debate pra ver qual deles realmente merece meu voto e sinceramente por enquanto nenhum merece. O negócio é não desperdiçar voto.

Comentário away pra finalizar esse post sem sentido. Meu cabelo se rendeu as californianas

tão bem sutis, morro de medo de ser loira